Imagem capa - Dicas para fotografar um aniversário infantil por Angélica Ferreira
DICAS PARA FOTÓGRAFOS

Dicas para fotografar um aniversário infantil

Se você é fotógrafo e deseja se aventurar nas divertidas festas infantis, darei algumas dicas básicas e que poderão ser muito úteis para quem está começando neste mercado.

Fotografar festa de criança é divertido e não tem tantos protocolos quanto um casamento, por exemplo, porém isso não quer dizer que não tenham fotos essenciais, por isso darei algumas dicas que te ajudarão a entregar o melhor trabalho possível para seu cliente. 

Lembre-se, é importante gostar de criança, pois eles sentem quando alguém não gosta, fora que os pais também perceberão!



1 – Como se preparar para o evento


No começo podemos ficar ansiosos e acabar esquecendo itens importantes, por isso é interessante fazer um check list de tudo que é preciso levar na mochila, como por exemplo, câmera (principal e backup), flash, lentes, cartões de memória e pilhas) e conferir antes de sair de casa.

Um dia antes do evento garanta que todos as baterias e pilhas estejam carregadas e os cartões formatados.

Procure conversar com os pais, quando fecharem o contrato, sobre o dia do evento, como querem as fotos com os convidados e instrua sobre ficarem o máximo que puderem próximo do aniversariante para ter fotos espontâneas, além das fotos posadas.

2 – Chegue com antecedência


Sugiro chegar 20 minutos antes do horário da festa, para conseguir fotografar o salão em uma foto aberta, sem pessoas circulando. Depois de fazer fotos do salão, fotografe a mesa do bolo também num ângulo aberto e depois vá fechando e fotografando todos os detalhes. Aproveite para utilizar uma lente clara, e brinque com a profundidade de campo para conseguir fotos diferentes e lindas.


Chegando com antecedência, quando os pais chegarem você os tranquilizará garantindo que já fez fotos de toda a decoração e poderá ficar à disposição deles.


3 – Fotos com as pessoas mais importantes


Procure fazer as fotos com os pais assim que eles chegarem, pois depois eles ficarão preocupados em recepcionar os convidados e ficará mais difícil. Faça fotos tradicionais, mas procure estimular alguma brincadeira entre eles para conseguir fotos mais espontâneas, pode ser brincar de aviãozinho quando a criança é pequena ou fazer cócegas quando é maiorzinho.


 Aproveite esse momento e faça as fotos só com a criança interagindo com a decoração, talvez você ainda não conheça a criança, então é um bom momento para se aproximar com o auxílio dos pais e conquistar a confiança dela.


Caso ainda não tenha conversado com os pais sobre isso, é hora de perguntar como eles desejam que seja seu trabalho com relação aos convidados, alguns pais gostam de fazer fotos posadas com todos e outros preferem que seja feito apenas com os mais chegados e com aqueles que pedirem fotos, respeite a decisão de cada um e faça conforme for pedido. 


Quando os pais querem fotos com todos os convidados, eu sugiro que seja feito conforme forem chegando e com a decoração ao fundo, pois resultará em fotos mais bonitas. Fotos nas mesas eu não indico para meus clientes, pois não acho o resultado bonito, mas se meus clientes desejarem, eu faço, afinal, a festa é deles!

4 – Fotos do aniversariante


Além das fotos do aniversariante na decoração, faço muitas fotos dele brincando sozinho e com os amiguinhos, nesses momentos conseguimos lindos clicks, que conquistarão os papais que geralmente não estão vendo esses momentos. 

Procure fotografar na altura dos olhos das crianças, as fotos ficam mais interessantes, mas é claro que você pode procurar ângulos diferentes e que captam melhor cada momento.

Interagir com as crianças, ser gentil e simpático com elas, facilita muito na hora de fotografar, pois as crianças se soltaram com mais facilidade e não se importarão com a câmera.

Se for possível, fotografe a criança em todos os brinquedos que ela for, para conseguir fotos divertidas e diferentes. Caso tenha algum personagem ou programação diferente na festa, procure registrar a reação da criança ao ver a chegada ou apresentação.

5 – De olho em tudo


Se você trabalhar com outro fotógrafo essa parte se torna mais fácil, pois podem dividir a tarefa e cada um cuidar de uma coisa, porém se você trabalha sozinho é importante procurar ficar de olho em tudo que acontece para conseguir imagens interessantes. 

Procuro focar mais no aniversariante, virando quase a sombra dele na maior parte do tempo, afinal é o personagem principal, porém procuro em alguns momentos circular pelo salão e procurar fazer fotos das outras crianças, ou dos pais conversando com os convidados. 

Fotos da criança no colo dos pais e recebendo carinho dos convidados são sempre muito bonitas e encantam os papais.

6 – Simpatia é primordial


Essa dica é óbvia, mas é bom lembrar, seja simpático do início ao fim, enquanto você está fotografando, procure sorrir e ser gentil, não apenas com seus clientes, mas com todos que estão no evento, isso inclui os outros profissionais. Afinal, todos ali podem ser pessoas que te indicarão ou te contratarão caso gostem dos seus serviços e da maneira como trabalha. 

Ao tratar bem as outras crianças que estão na festa, os pais podem estar observando e gostarem disso, e lembrarem de você quando precisarem de fotógrafo.

Então, lembre-se, sorria e seja gentil.

7 – Dicas técnicas


Crianças não param, estão sempre em movimento, por isso, utilizo o foco automático, para ser mais rápido e não perder nada por não ter conseguido focar de modo manual. Assim, você pode se concentrar na composição, e nos outros elementos da fotografia. Por este mesmo motivo, é necessário fotografar com a velocidade alta, para que não fiquem borradas ao se mexerem rápido de mais, eu costumo fotografar em 200 para sincronizar melhor com meu flash e é rápido o bastante para a maioria das situações.

Em salões que a iluminação muda muito, como por exemplo, na parte das mesas a luz é branca e dos brinquedos é amarela, eu uso balanço de branco automático, para que não precise me preocupar em ficar alterando a todo instante. Caso contrário, defino no início da festa e só altero se for necessário.

Procuro fotografar as fotos com os pais e convidados com a abertura pelo menos em e 2.8 ou 3.2 para garantir foco em todas as pessoas, mas com o fundo um pouco desfocado. Aberturas maiores do que isso deixaram algumas pessoas em outra perspectiva e ficarão desfocadas. 


8 - Quais equipamentos utilizar


O básico é ter uma câmera DSRL, flash, e uma lente versátil,  a 18-55mm é do kit e serve para começar. Porém, para conseguir fotos de detalhes e de retratos mais interessantes é bom possuir uma lente com abertura maior, a 50mm 1.8 é uma lente com ótimo custo-benefício. 

Para quem pode investir um pouco mais em lente, sugiro a 24-70mm 2.8 e uma 50mm 1.4 ou 35mm 1.4.
Além de lentes claras e versáteis, algo que considero de extrema importância é ter uma câmera de backup, para caso aconteça alguma emergência durante o evento com a sua câmera principal, você não perder a festa. Ela pode ser uma câmera inferior à sua princial, pode até mesmo ser emprestada com algum coleta, mas é bom você ter uma. Eu mesma, já precisei utilizar a minha Canon T2i em uma festa, pois a Canon 70d estragou o obturador enquanto eu começava a fotografar a decoração. Imagina se eu não tivesse outra câmera?


9 – Contrato


Nunca fotografe sem contrato, confesso que já fiz isso, mas não está certo e não indico para ninguém. Procure um bom advogado e planeje ele para que supra todas as necessidades do seu trabalho. 

Lembre de incluir, o que foi contratado, quantas horas de serviço; horário de início e fim; o que será entregue; quantas fotos; se tiver álbum, descreve quantas páginas, fotos, modelo; prazo de entrega; forma de pagamento; autorização de imagem; e qualquer outro detalhe que seja importante.

Lembre de postar fotos apenas se tiver autorização dos pais.


É isso, espero que tenham gostado das dicas e que ajude nos próximos trabalhos!